quinta-feira, 25 de março de 2010

QUÍMICA (uma variante do amor)

Eu posso começar sendo uma liquefação de um desejo.
Minha fusão termina quando começa a ebulição dos meus sentidos.
Eu posso ser simples, um átomo em sua porta. Uma Flora clara de cloro cl2.

Sei que nada sei dizendo que átomos se unem em suas diferenças compostas.
A água não é mais água, agora virou H2O.
Mesmo assim a união vale a pena mesmo nas diferenças homogêneas e heterogêneas dos sonhos.
Não precisamos ver as matérias, mas o interior de um sistema.

Se até as substâncias podem ser puras e simples, porque não a gente?
E mesmo pura quando mistura há os dois lados.

Descobri que entre duas pessoas pode haver uma relação monofásica e bifásica, podendo haver uma condensação conforme o tempo ou solidificação.

Às vezes me vêem como uma mistura azeotópica: 96% de álcool etílico e 4% de água destilada, pra ser uma loucura pancada.

Somos especialistas nestas misturas. Minha respiração, combustão se resume ao fenômeno químico de análise elementar?

Nossa separação é magnética depois de uma possível levitação, tamisação e catação de seres.
A distância será nossa flotação podendo ter uma variante ou cristalização, ou ainda, dissolução fracionada.

Precisamos agitar, aquecer e também diminuir a pressão.

Sou uma substância química com nome, símbolo e toda atomicidade

5 comentários:

lady delish disse...

"Não adianta fazer cirurgia na alma, plástica no casamento, lipoaspiração nas amizades, ou botox pra ter um namorado novo."

preciso comentar que amei esse trecho, que concordo totalmente com isso.

gostei muito dos outros também, viu :)
e aqui estou eu te mostrando meus dois blogs e virando visitante do seu!
beijocas!!

lady delish disse...

ah, e é a tiziii, viu!

(aliás, aconteceu algo estranhamente engraçado agora: o código de verificação de palavras é 'tizes' hehehe)

... disse...

Passei por aqui e gostei

Éder disse...

Só não deixes os sentimentos a decantar no fundo de um becker ou nesse tubo de sentimentos. ;)

Paula Biazus disse...

Flora, sorte nossa, também tenho meus símbolos ou no caso químico símbolo posso ser FÓSFORO (P) ou CHUMBO (Pb)... pensando bem, sou os dois ao mesmo tempo...

Os meus vazios cheios

De tanta filosofia quero água morna Correr na grama para longe de gente morta Invisíveis olhos negros, pérolas negras Me levem daqui, lon...